08 jun

Sobre mainar o random

Sempre fui um grande fã de jogos de luta.

Tudo começou com Street Fighter II, que conheci num fliperama duma cidade no interior de São Paulo (não lembro qual) quando eu tinha uns 10 anos de idade e estava passando umas férias lá com a minha família. Era a máquina mais disputada do lugar, com filas enormes, e sempre com versus, nunca tinha alguém sozinho tentando derrotar o computador. Eu ficava mais assistindo que jogando, principalmente depois de ter tentado umas duas vezes e sido massacrado, já que eu não conseguia soltar nenhum golpe.

Leia mais