08 fev

Sobre o fim do Miitomo

Então, a Nintendo vai matar o Miitomo. Dia 09/05/2018 o aplicativo vai parar de funcionar por completo, se tornando um ícone morto no celular de quem ainda o tem. Devo dizer que não é uma surpresa muito grande, pois era claro que pouquíssimas pessoas ainda o usavam.

Mas ainda existia uma pessoa que usava o Miitomo, não para seu propósito original, mas para fazer vídeos no YouTube.

Sim, estou falando de mim mesmo. Sim, eu tiro o meu mii do Miitomo para fazer os vídeos. E sim, o fim do Miitomo vai afetar o canal.

Todavia, eu tenho muito a dizer sobre o fim do Miitomo em si. Por isso, ao invés de fazer um vídeo gigante abarrotado de informação, resolvi separar em dois: neste, vou falar do fim do Miitomo, e onde eu acho que a Nintendo errou na sua criação, e depois faço outro falando do que vai acontecer com o canal.

Até porque ainda não decidi o que vou fazer, então estou enrolando pra dar mais tempo pra eu pensar.

Esta é a transcrição do vídeo de mesmo nome que está no meu canal do YouTube. Vão lá conhecer!

Leia mais

06 jan

Sobre outros jogos que gostei em 2016

Como finalmente consegui terminar os vídeos sobre Os Melhores Games Que (Quase) Ninguém Jogou™ 2016, resolvi fazer este texto rápido pra falar sobre outros jogos que gostei muito mas não foram premiados.

E, caso alguém esteja se perguntando, sim, eu me sinto muito cara de pau de tratar essa coisa como um prêmio. Mas, como 97,2% dos prêmios existentes para artes são um grande achismo mesmo, então foda-se, Os Melhores Games Que (Quase) Ninguém Jogou™ é um prêmio.

Leia mais

28 jul

Sobre Squids Odyssey, o outro jogo viciante com lulas

Como vocês quatro leitores deste blog já devem ter percebido, eu estou adorando Splatoon. Não apenas é um jogo muito, mas muito divertido, como o esquema que a Nintendo está fazendo com seus DLCs (de graça e toda semana) está ajudando a manter meu interesse nele vivo. Mesmo considerando minha atual grande irritação videogamística, Splatoon tem sido o meu principal vício desde seu lançamento.

Mas, desta vez, não estou aqui para falar ainda mais de Splatoon, por mais que eu esteja fazendo exatamente isto numa tentativa desesperada de convencer mais pessoas a comprarem o jogo e assim mostrar para a Nintendo que é uma série que vale a pena continuar investindo. Como eu ando com lulas na cabeça, vim aqui para falar de um dos meus jogos indies favoritos do WiiU, que eu joguei muito na época que foi lançado e que também possui lulas como personagens principais: Squids Odyssey.

Leia mais