09 dez

Sobre a logística de estoque da Nintendo (vídeo)

Esta é a transcrição do vídeo de mesmo nome que está no meu canal do YouTube. Vão lá conhecer! Mais tarde farei um post falando sobre o canal e etc.

Então, o assunto de hoje é a logística de estoque da Nintendo. Uma coisa super popular e que, com toda certeza, interessa muita gente. Sem contar que é algo que não afeta nenhum gamer aqui no Brasil, fã da Nintendo ou não. É exatamente por isso que resolvi fazer dele o tema do meu primeiro vídeo aqui no canal.

Aliás, alguém sabe se a expressão “logística de estoque” é uma redundância? Que parece, mas ao mesmo tempo só “logística” parece que está faltando alguma coisa. Enfim, vamos pra abertura.

Leia mais

03 ago

Sobre amiibo Schadenfreude

Vou falar de novo sobre amiibo, mas não sobre sua implementação em games, como já fiz antes, mas sobre a dificuldade de encontrá-los à venda. Ou melhor, vou falar sobre como eu, este morador do Brasil, um país onde tudo relacionado a videogames é ridiculamente caro e difícil de se conseguir, onde os impostos sobre aparelhos eletrônicos são quase tão altos quanto os sobre cigarros, onde sempre temos que rezar ao santo leão da Receita para que nossas importações não sejam taxadas indevidamente, onde temos que fazer um sacrifício em sangue toda vez que vamos buscar nossas compras internacionais no correio, onde mesmo produtos piratas podem ter o mesmo preço de um original e onde a Nintendo desistiu de tentar ter um representante local por conta das dificuldades de manter um mercado saudável com produtos e impostos tão onerosos, consegui comprar todos os amiibo que quis e toda vez que vejo um americano reclamando que não consegue comprar um amiibo ou que teve o pedido de pré-venda cancelado tenho vontade de rir da desgraça alheia, ou como os alemães chamam essa atitude, Schadenfreude.

Leia mais

11 maio

Sobre amiibo e DLC no disco

Eu estava planejando escrever sobre Splatoon hoje, mas como eu me confundi os horários do Global Testfire, não consegui jogar o demo e, conseqüentemente, não tenho como dissertar sobre isso. Se a Nintendo resolver fazer mais alguns horários de beta no próximo final de semana, posso falar sobre Splatoon.

O problema é que isso meio que me quebrou as pernas, pois não tinha planejado nenhum outro assunto, e normalmente gosto de pesquisar sobre o que vou falar. Resolvi dar uma fuçada nas minhas fontes videogamísticas para achar um assunto, e reencontrei um artigo no Kotaku que, por um lado, me fez refletir e, por outro, me irritou profundamente: The Amiibo Problem.

Leia mais