06 nov

Como comprar na eShop americana no Switch (morando no Brasil)

Então, o vídeo de hoje vai ser um pouco diferente. Ao invés de discorrer sobre a indústria de games ou analisar algum detalhe bem específico de um jogo, vou ensinar a vocês como criar uma conta americana no Switch pra poder comprar jogos na eShop. Sim, isto é um guia.

Pode parecer estranho e um pouco off-brand fazer um vídeo desses, mas acontece o seguinte: por causa do meu vídeo “Sobre comprar games da Nintendo morando no Brasil”, em que falo das maneiras como eu comprava games da Nintendo morando no Brasil antigamente, eu recebo muitas mensagens perguntando como comprar games da Nintendo morando no Brasil hoje em dia, mais especificamente, como comprar na eShop americana, já que não existe uma eShop brasileira, e provavelmente não vai ter uma de novo tão cedo.

Logo, decidi fazer este vídeo para ajudar quem está com problemas… e para eu não ter mais que ficar descrevendo todo o processo sempre que fosse responder alguém, que tava cansando.

Esta é a transcrição do vídeo de mesmo nome que está no meu canal do YouTube. Vão lá conhecer!

Antes de começar, alguns avisos:

1) Vou ensinar a usar a eShop americana, mas se você quer usar a canadense, o processo é o mesmo, é só trocar pelo Canadá toda vez que eu falar dos EUA. O processo todo provavelmente é igual pra qualquer outro país, menos pro Japão, que a eShop japonesa não aceita cartões de crédito de fora do Japão ainda. Outro vídeo ensino como comprar na eShop japonesa.

2) Você PRECISA de um cartão de crédito internacional, ou seja, que é aceito internacionalmente. Se você não tem, não dá pra usar a eShop americana. Confere se está escrito “international” no seu. Se você já comprou online em lojas estrangeiras com ele, ele provavelmente é internacional. E só pra assegurar quem está na dúvida, o seu cartão pode ter sido emitido por um banco brasileiro, sem problemas, como vocês vão ver mais pra frente.

Primeiro passo: Criar uma Conta Nintendo americana

Tudo começa no seu computador ou celular, porque a Nintendo é a Nintendo e não dá pra criar uma conta nova direto do Switch. Sério.

Vá para accounts.nintendo.com e clique em criar uma conta nova.

Na página seguinte, escolha a opção conta normal, não de crianças, já que ela vai ser usada para fazer compras, e a Nintendo acha que crianças não são responsáveis o bastante para fazer compras sozinhas. Como um adulto que comprou Star Fox Zero, não estou numa posição em que posso julgar as compras de outras pessoas, não importa a idade delas.

Aqui, você pode escolher associar uma conta sua de rede social à sua Conta Nintendo, mas não aconselho fazer isso, deixe para depois, pois pode acontecer da Nintendo usar a sua localização do facebook e criar uma conta brasileira, destruindo todo o propósito do que estamos fazendo.

Por isso, recomendo criar um perfil do zero. Preencha seus dados normalmente, o email pode até ser .com.br. A única diferença é na hora de escolher o país, escolha Estados Unidos. Não se preocupe que neste momento a Nintendo não vai checar nada. Concorde com os termos de compromisso e clique em Continue.

Na página seguinte, a Nintendo pergunta se você quer receber emails promocionais. Se você aceitar, você ganha umas moedinhas no My Nintendo, o programa de fidelidade dela, em outro vídeo eu explico melhor como ele funciona. Mas, se você não quer mais spam, pode recusar à vontade.

Depois é só preencher o código de verificação que vai chegar no seu email e… pronto! Você criou a sua Conta Nintendo americana! Viva!

Segundo passo: associar a Conta Nintendo americana a um usuário do seu Switch

Vamos agora para o Switch. Vá para as configurações de sistema e para a aba de usuários. Se você já tem um para associar com a conta americana, basta escolhê-lo aqui e em seguida clicar em Link Nintendo Account. Se preferir criar um usuário novo, fique à vontade.

Invariavelmente, uma hora você chega neste pop-up. Escolha Sign In and Link. Sim, eu sei que tem a opção Create Account, mas ela te manda criar a conta no site da Nintendo, do jeito que já expliquei.

Daí é só entrar com o email e a senha e pronto! Você tem um usuário associado a uma Conta Nintendo americana no seu Switch! Viva!

Só que antes de te liberar, a Nintendo explica os serviços online do Switch, que no momento são grátis mas que futuramente serão pagos. Quando isso acontecer, se houver alguma mudança no processo pra usar a eShop, eu atualizo este vídeo.

AVISO IMPORTANTE!

Os jogos comprados na eShop estão atrelados ao usuário que os comprou! Ou seja, se você deletar esse usuário do seu Switch, você perde acesso aos jogos. Por isso, mantenha-o sempre no seu Switch, guarde o email dele e memorize bem a sua senha. No futuro, quando a Nintendo lançar outro console, ou caso aconteça do seu Switch quebrar, vai ser esse usuário que vai resgatar as suas compras.

Terceiro passo: Cadastrar um CEP americano (ZIP code) na eShop

Entre na eShop com o seu usuário americano, preenchendo a senha quando pedido. Vá para o seu perfil, o iconezinho no canto superior direito da tela.

Nele, procure a opção “Location Settings”, configurações de lugar.

Aqui temos que pôr um ZIP code americano, o CEP deles, pois cada estado americano tem impostos diferentes sobre bens digitais, e a Nintendo quer saber quanto cobrar de imposto. Todavia, existem estados que não cobram esses impostos. Por isso, recomendo usar um ZIP code de um desses estados.

Mas como conseguir um ZIP code? Se vocês conhecem alguém que more lá, peça o deles, e existem sites que geram endereços americanos com ZIP codes reais, mas eu tenho um método mais simples: Google Maps. Vão até uma cidade americana, procurem por alguma loja perdida e cliquem nela. No lado esquerdo, vai aparecer informações sobre ela, incluindo seu ZIP code. É só pegar ele “emprestado”. Não vou garantir que esse método do Google Maps vai funcionar 100% das vezes, mas funcionou pra mim e pra quem eu conheço que tentou. Se não der no primeiro endereço, tente outro, em outra cidade.

E não se preocupem no sentido da Nintendo mandar cartas ou coisa parecida para esse endereço, pois ela não faz mais isso. Na época do Club Nintendo, dava pra ganhar uns prêmios físicos dela, mas hoje em dia ela está focada em prêmios digitais através do My Nintendo.

De qualquer maneira, CEP americano cadastrado! Viva!

Quarto passo: Cadastrar o cartão de crédito

A partir de agora, já dá pra usar normalmente a eShop americana, mas quero chamar a atenção para um último detalhe: o CEP do cartão de crédito.

Quando você fizer a sua primeira compra e for preencher os dados do seu cartão, você vai ver que ele pede o ZIP code dele, o que pode gerar uma dúvida: qual ZIP code usar?

Muita atenção agora: É PRA USAR O SEU CEP BRASILEIRO! O CEP CADASTRADO NO CARTÃO DE CRÉDITO! NO SEU BANCO! Só os cinco primeiros dígitos, não se preocupem com os outros três.

Porque o que importa aqui, para a Nintendo, é se o cartão é válido, tanto faz o país de origem. Ela quer saber o CEP do cartão para conferir com os dados da Visa ou da Mastercard e assim poder completar a transação, só isso.

Por isso, vou repetir mais uma vez: neste campo, preencha os cinco primeiros dígitos do seu CEP brasileiro.

Feito isso, você consegue finalizar sua compra sem problemas! Você conseguiu comprar na eShop americana morando no Brasil! Estamos dando dinheiro pra Nintendo! Viva!

Finalizando

Enfim, espero que este guia seja útil. Se você gostou dele, vai lá ver os meus outros vídeos não-guias, eles são legais também. Caso tenha alguma dúvida, ou alguma sugestão para outro guia, deixe-a aí nos comentários e…

Até a próxima!

Comentários